Resenha: O lado feio do amor (Ugly Love)

Título: O lado feio do amor
Autora: Colleen Hoover
Sinopse:
Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo… apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor. O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.

Oi gente, boa noite! Tudo bem? Como foi a semana de vocês?

Comprei este livro logo que lançou aqui no Brasil pela Editora Galera Record e o devorei num instante! rsrs. E o que posso dizer sobre ele além do óbvio? Sou amante dos livros da Colleen que, além de ter uma escrita leve e gostosa de acompanhar, constrói ótimos personagens e enredos.

Essa é mais uma história dessa grande autora. Pela qual eu me encantei e que provavelmente me fará refletir eternamente sobre a história, rs. 
Mas bem, vamos a trama:

A história começa com Tate chegando a São Francisco para fazer um mestrado em enfermagem e ela irá ficar no apartamento de seu irmão mais velho, Corbin, até conseguir se organizar financeiramente. Ao chegar ao apartamento, ela conhece Miles (um dos amigos de seu irmão) de uma maneira bem inusitada – e não muito boa – e acaba tendo que ajudá-lo. Ela acorda com o rapaz parado em frente a sua porta questionando grosseiramente o que havia acontecido na noite anterior e a deixa nervosa, então ela responde as suas perguntas e o expulsa de lá.
Apesar disso, algo em Miles lhe chama a atenção e ela decide “começar de novo com o pé direito” com ele, visto que ele é amigo, vizinho e, além disso, colega de profissão de seu irmão e pelo rumo das coisas eles acabariam convivendo bastante enquanto ela estivesse lá e ela não queria que isso fosse ruim.
O que ela não sabia é que algo nela também chama a atenção de Miles e ele acaba sucumbindo ao desejo de beijá-la, fazendo com que a forte atração e desejo que um desenvolveu pelo outro tomassem forma. Mas…

Tate não tem tempo para o amor e Miles não quer o amor.

Então, eles embarcam numa aventura restrita ao envolvimento físico, sem criação de laços emocionais ou responsabilidades de um relacionamento sério e fazem um acordo de que quando não desse mais para ser apenas isso, eles romperiam e Miles acrescentou duas regras:
1. Não me pergunte sobre o meu passado e 2. Nunca espere de mim um futuro.
Ou seja, apenas sexo e nada além disso.

O que ambos não esperavam é que só isso não seria o bastante, como em toda história romântica clichê. O que torna esta, em especial, diferente é a facilidade que a Colleen tem em nos prender com as partes marcantes da trama. Miles tem uma vida preenchida pela culpa, arrependimentos, dores e fantasmas do passado. Ele criou uma espécie de armadura nos seus sentimentos para evitar o amor, porque aprendeu da pior forma que o amor tem um lado feio e não está disposto a sentir isso novamente.

Talvez esteja subestimando o que quer que tenha acontecido no passado que o tornou assim. Porque alguma coisa aconteceu. (…) Algo que roubou todo o espírito dele, exatamente como Cap disse. – Tate

Já Tate é uma personagem tão “real” que é impossível não sentir suas emoções e frustrações, ela é forte e determinada, bate de frente e enfrenta tudo e todos pelo que quer, reconhece seus sentimentos por Miles e batalha por eles mesmo sabendo que não dever fazer isso, se machucando a cada retraída dele por causa de seus segredos.

O amor nem sempre é bonito, Tate. Às vezes você passa o tempo inteiro desejando que um dia ele mude. Que melhore. E aí, antes que você perceba, você já voltou a estaca zero e perdeu o seu coração em algum lugar no caminho. – Cap

Colleen, desta vez, nos presenteou com dois narradores “corriqueiros” + um narrador “bônus” na história. Os corriqueiros são Tate e Miles, ela contando o presente deles e ele contando o seu passado, onde a cada capitulo o leitor pode conhecer um pouco mais do Miles por trás da armadura, quem ele era e as razões do que passou a ser. E claro que o narrador bônus eu não vou contar quem é, mas eu adorei a surpresa. Digo que a Colleen nos presentou pois ela permite que no mesmo livro tenhamos diferentes visões da história, diferente da série Hopeless em que cada livro conta a visão de um personagem. Apesar de que, eu não ligaria de ter mais de Miles Archer na minha vida, rsrs. *u*

O livro tem uma narrativa bem descontraída e divertida e isso se deve também ao envolvimento dos personagens secundários da trama, mas apesar disto, é uma história única e tão profunda de superação que eu leria de novo e de novo e de novo e sentiria fortemente as mesmas emoções. Sinceramente, minha vontade é contar o livro todo e tagarelar sobre cada vírgula que ele contém e colocar todas as frases marcantes, mas vou deixar vocês lerem e terem o prazer de sentir tudo isso por si sós. 

A diferença entre o lado bonito e o lado feio do amor é que o bonito sempre é mais leve. A pessoa se sente como se estivesse flutuando. Ela ergue a pessoa. Carrega-a consigo. As partes bonitas do amor fazem você ficar acima do resto do mundo. – Miles

Nota:
Esse livro é maravilhoso e eu indico MUITO a leitura dele! E você que já leu, não deixe de comentar o que achou!

O post original desta resenha foi feito em 10/11/2015 e vocês podem conferi-lo aqui.

Até a próxima! :)
5 comentários via Blogger
comentários via Facebook

5 comentários

  1. Oi May,
    Comecei a seguir o blog hoje. Eu sou apaixonada pelas obras da Colleen Hoover, então já deu para perceber que podemos trocar muitas dicas literárias, rs.
    Adoooooro a maneira como ela consegue emocionar e criar histórias surpreendentes.
    Voltarei mais vezes.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Ale, muito obrigada por nos seguir! <3
      Espero que goste daqui do blog e nossa, com certeza podemos trocar muitas dicas! Eu amo demais as obras da Colleen, ela é fantástica! rsrs.

      Estou seguindo seu blog também, vou acompanhar lá!
      Beijão! :)

      Excluir
  2. Olá!!
    Também sou viciada nos livros da CoHo, inclusive, fiz uma meta de leitura pra 2017 pra ler os livros que faltam dela e ainda não li.
    Ugly Love é um dos meus favoritos!!
    Amei o blog. Seguindo <3

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii!
      Nossa, eu tenho muitos dela que ainda não li! Espero que consiga cumprir a meta, a escrita dela é maravilhosa. :)
      Ugly Love é de tirar o fôlego, com certeza é um dos meus favoritos também!

      Estou seguindo vocês também, obrigada! <3
      Beijo!

      Excluir
  3. May! Esse livro está na minha lista de desejados desde o lançamento, rs ... Não vejo a hora de lê-lo <3 Bjos

    ResponderExcluir