Resenha: Um caso perdido (Hopeless #01)

Título: Um caso perdido
Autora: Colleen Hoover
Sinopse:
Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras… Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de se rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.

Olá leitores do meu coração! 

Hoje estou trazendo a primeira resenha que foi feita no blog e claro que ela se trata de um dos meus livros favoritos! :)

“Uau!” é a primeira coisa que eu tenho a dizer sobre esse livro. Ele é algo de tirar completamente o fôlego e compromete o bem estar da sua mente por inteiro, você não sossega enquanto não terminar de ler e descobrir o que está por trás de tamanha trama, ele é capaz de prender a sua atenção de uma maneira surpreendente. Eu o li em um dia e meio e ele ganhou o posto de meu segundo livro favorito, posto que até então pertencia a saga Harry Potter. Meu primeiro livro favorito é Hamlet, de Shakespeare, que merece “Uau!” em dobro.

Ele conta a história de Sky, uma garota um tanto incomum. Em pleno século XXI ela estuda em casa, não tem televisão, nem celular e muito menos acesso a internet, não sabe nem mandar sms ou um simples email, além de ser obrigada a comer comida vegana (coitada). Ela tem uma melhor amiga do mundo, Six, que é sua vizinha e compartilha com ela suas experiências no “mundo afora” e faz com que ela tenha interesse em ir para a escola pública de sua cidade, apesar da má fama que ambas tem. Na verdade, Six é mesmo tudo que dizem, mas ela apenas fica com os garotos para passar o tempo e fazer companhia a sua amiga, porque pasmem ela não sente nada enquanto está com eles… sendo completamente apática e assexuada, exceto pela admiração do céu e das estrelas nestes momentos de distração. Ela pode entrar para o guinness book por ser virgem aos quase 18 anos de vida, rsrs.

Tudo começa a mudar em sua vida quando ela começa a estudar, porque além de ser insultada diariamente, sua amiga viaja para fazer um intercâmbio e a deixa sozinha na cidade, até que ela é intimada a ser a nova melhor amiga do mundo de Breckin, um mórmon gay. Ele é um amor e vai aos poucos apresentando a tecnologia para a nova amiga. Ela odiava ir para a escola, mas odiava mais ainda admitir para a sua mãe adotiva, Karen, que ela estava certa e estudar em casa era melhor, a garota além de determinada é orgulhosa. Até que ela conheceu Holder, o caso perdido de sua vida. Ele foi capaz de despertar nela todas as sensações possíveis e imagináveis, que ela nunca sentiu na vida, desde pavor até amor.

O que ela não imaginava, é o quanto esse relacionamento com esse garoto mudaria na vida dela. Pela promessa de sempre dizer a verdade um para o outro, esse relacionamento teve muito a acrescentar ao psicológico de nós leitores. Eu particularmente, sentia um medo alucinado do Holder num primeiro momento, depois que me acostumei com seu jeito, me apaixonei. Ele é um garoto apaixonado pela vida, e por sentir tanto amor, ele acaba se descontrolando e agindo de formas inusitadas, além de ser alguém muito divertido. Porém, a mentira tem perna curta e a verdade então, tem um preço que muitas vezes seria melhor se não pagássemos por ela. Ao lado de Holder, Sky irá descobrir a verdade sobre a sua vida e é algo completamente surpreendente!

- Porque – sussurra ele – tenho medo que você não vá sentir. (…) Jamais devia ter falado que só sinto apatia quando beijo as pessoas, pois ele é a exceção absoluta a essa regra.

É melhor eu parar por aqui antes que eu conte o livro todo, rsrs. O que eu posso dizer sobre esse livro é DEVOREM-O! Ele é completamente fascinante, com uma história de amor envolvente onde a amizade, a confiança e acima de tudo o poder da verdade serão colocados a prova a todo o momento!

O livro é narrado em primeira pessoa pela Sky, nos trazendo a visão dela sobre os aconecimentos. Apenas me entristece o título que a editora escolheu para ele, digo que ele deveria ter sido mantido no original pois “Hopeless” significa muito mais que “Um caso perdido”. #minispoiler

Acho que a melhor palavra para definir o que eu sinto pelo livro é gamor. Só quem leu vai entender, rsrs. Eu sou completamente gamada por ele. *–*

Nota:



O post original desta resenha foi feito em 14/07/2015 e você pode conferi-lo clicando aqui.

Grande beijo!

1 comentários:

  1. May, eu sou apaixonada por essa história, por essa série. Me marcou muito e me deixou apaixonada pela escrita e estilo da Colleen Hoover. A cada página era um tiro e meu Deus, terminei pensando que livrão da porra! rs ... Pena que o mesmo sentimento não ficou com a série Métrica, mas ainda assim, quero continuar lendo os livros da autora ;) Bjos

    ResponderExcluir