Taylor Swift (Reputation)

Sabe aquela garota do "Fearless" que cantava sobre o amor romântico e finais felizes? Então, ela morreu.

Taylor Swift


Taylor Alison Swift é uma cantora e compositora norte-americana nascida em 1989 que cantava sobre romances e sonhos de finais felizes e é conhecida por narrar sua própria vida em suas canções.






Eu a escutava pura e simplesmente por acreditar que existe sim um “final feliz” e naquele conceito de “felizes para sempre” e era isso que ela representava para mim. Mas isso foi há muito tempo...

Hoje eu vou indicar essa cantora para vocês e explicar sua trajetória até chegarmos ao seu álbum atual e seus porquês.
Vamos lá?!
Meu primeiro choque foi com o lançamento de "1989", em especial com a música Blank Space - uma das melhores, se não a melhor, de sua carreira.
Como ouvinte, minha reação inicial foi mandar uma mensagem para uma amiga e questionar "cadê a minha Taylor do amor e pôneis e etc?".
Nesta música e neste álbum, Taylor começa a mostrar a transição que estava vivendo em sua carreira e em sua vida. Mas eu ainda não conseguia compreender o que havia acontecido para essa mudança, ainda que sutil.

Foi então que eu comecei a de fato buscar saber sobre ela. E hoje, 1989 é - sem sombra de dúvidas - o meu álbum favorito dela.
Ela já vinha dando indícios de mudança desde o álbum "Red" em que retrata bastante suas decepções, tirando-a do mundo dos contos de fada e foi consolidando isso até chegar no 1989 com Blank Space e Shake it off, fazendo uma auto-crítica sobre o que tanto falavam dela.

E deixei de ser apenas uma ouvinte e passei a ser uma espécie de .
Comecei a entender o que se passava com ela ou pelo menos era o que eu achava até o lançamento de "Reputation", seu novo álbum lançado em dezembro/17. Ele começa com ...Ready for it? já nos questionando se estamos preparados para essa mudança escancarada... e provavelmente não estávamos.

Taylor, acima de tudo, canta o que o seu coração pede. Seu jovem coração acreditava num final feliz de conto de fadas e hoje, com suas perdas e decepções, ela mantém seus pés no chão. Ela ainda canta o que o coração pede, mas este coração não é mais tão puro e inocente assim.

E é com o lançamento de Reputation que ela assina tudo que estou dizendo aqui.
Começando faseadamente seu lançamento, a primeira música lançada foi Look what you made me do e vejam os seguintes trechos:


Entenderam agora porque eu disse que ela morreu? rs.
A primeira vez que ouvi a música pensei que se tratasse de uma mudança radical de estilo musical, porque o ritmo é diferente do usual de suas músicas. Mas não, a mudança é em sua personalidade. Reforçando isso a cada música que era lançada deste novo álbum.

A "boca do povo" diz que a Taylor escreve suas músicas para os ex ou atuais da época, que sem isso ela não tinha material para compor e por isso é rodada. Eu acho que ela vai muito além disso, que ela é mais que isso. Ela escreve o que está sentindo sobre qualquer um. Amigos, ex-amigos, amores, ex-amores, família e sobre muito mais.
Basta ouvir Reputation para compreender o que estou dizendo e é por isso que essa é minha dica da vez.


"Ah, então a Taylor perdeu o amor no coração?" - de jeito nenhum, eu diria. Pelo contrário, ela ainda ama e muito, se não ela não sofreria nem se amarguraria tanto ao ponto de compor atacando os "ex" de sua vida, sejam eles "amigos" ou "amores".

O que mais diferencia a Taylor de antes da de agora, é simplesmente que ela amadureceu sua maneira de pensar e entendeu que a vida é muito mais complicada que alcançar o "happy ending" em Love story e We belong with me - duas de suas músicas do álbum Fearless.

Ouso dizer que a melhor música do álbum é Getaway Car, apesar de muitas outras serem realmente boas. Mas Dress conquistou meu coração apesar de mais fraca na exibição do novo eu de Taylor.
A única música que eu posso dizer que eu realmente não curti é New Year’s Day que, ao meu ver, é extremamente sem graça.

Discografia:
  • 2006 - Taylor Swift
  • 2008 - Fearless
  • 2010 - Speak Now
  • 2012 - Red
  • 2014 - 1989
  • 2017 - Reputation

Confiram o meu TOP 5 de Reputation, de 1989 e Fearless - que são os álbuns que eu mais gosto - e, se vocês tiverem interesse, peçam nos comentários que eu digo meu TOP dos outros álbuns e/ou completo o TOP 10 destes. :)


E eu adoro essa mulher, fazer o quê?! rs.
O mundo precisa de mais gente com coragem de dizer o que pensa, mesmo que não seja necessariamente uma verdade absoluta.

Quem mais quer que ela venha fazer um show nas terras tupiniquins, levanta a mão!! \õ/ rsrs. #VemProBrasilTaylorSwift

Até a próxima, espero que curtam os álbuns indicados e que tenham conseguido entender um pouco mais sobre o jeito de ser da Taylor Swift e o que ela representou e representa para mim... Indo da "fé no amor eterno" à "sinceridade".

Não deixem de comentar sobre o seu TOP da Taylor também, adoro conversar sobre música e é sempre legal ver as diferenças. ;)

Beijos.

0 comentários:

Deixe seu comentário