Resenha: Mais que amigos

Oi gente, tudo bem? Por aqui, tudo bem também.
Hoje vou falar sobre uma leitura tão clichê mas tão gostosa de se ler, que mereceu cada estrelinha.
Essa resenha vai ser curtinha, porque as surpresas desse livro são várias.
Vamos lá?!


Título: Mais que amigos
Autor: Lauren Layne
Sinopse:
Será que vale a pena arriscar uma grande amizade em troca de um amor inesquecível?

Aos vinte e dois anos, a jovem Parker Blanton leva a vida que sempre sonhou. Tem um namorado inteligente e responsável, um emprego promissor e a companhia de seu melhor amigo, Ben Olsen, com quem divide um lindo apartamento.
Parker e Ben são tão grudados que muita gente duvida que eles morem sob o mesmo teto sem nunca ter vivido um caso, mas eles não se importam com o que as pessoas pensam. Sabem que não foram feitos um para o outro — pelo menos não para se envolver.
Por isso, quando um acontecimento inesperado faz com que Parker se veja sem namorado e com o coração partido, ela sabe que pode contar com Ben para ajudá-la a sacudir a poeira e partir para outra. Afinal, ninguém seria mais ideal do que seu melhor amigo para lhe mostrar os prazeres da vida de solteiro… certo?
Mais que amigos é uma comédia romântica irresistível!


Sabe aquele romance clichê que você adora ler? Então, esse é perfeito.
Começa assim: melhores amigos há uns anos, moram juntos, não se sentem atraídos um pelo outro, as coisas mudam e coisas acontecem.
Já falei, é clichê. Mas o que mais me surpreendeu nesse clichê é o que aconteceu no decorrer da história. Mudanças e transformações.
E é bem legal ver as coisas mudando ao mesmo tempo em que acontecem e sob a perspectiva do personagem.
O livro é narrado em primeira pessoa ora por Parker ora por Ben. E a escritora conseguiu criar duas narrativas tão ímpares, que parecem não serem escritas pela mesma pessoa.
Além de ser uma comédia romântica e ter um pouquinho de drama também, há muito humor envolvido.
Como disse, há elementos surpresas no decorrer do livro, que valem muito a pena você descobrir sozinho(a).
Falar ou calar?
Espero que curtam!

Beijos e boa leitura!

Nota:



0 comentários:

Deixe seu comentário