Resenha: O erro - Série Amores Improváveis

Oi gente, tudo bem? Tudo ótimo por aqui.
Hoje apresento o segundo livro dessa série que, apesar de ter sido lançada há um tempinho, é uma delícia de viver.
São quatro livros, cada um falando de um casal diferente. Acredito que podem ser lidos separadamente, mas sugiro que leia na sequência.
São todos fofos e mesmo com casais jovens, tem aquela pegada hot que a gente adora.
O primeiro livro já havia lido e falei sobre ele lá em 2016, no antigo blog (você confere a resenha de O acordo aqui).
Então vamos falar sobre o O erro?

Título: O erro
Autora: Elle Kennedy
Sinopse:
Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias: a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório: tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas. Conteúdo adulto.

Logan é muito mais interessante que Garret. Pronto, falei.
Logan é mais romântico, mais bonito, mais interessante e mais sentimental. E mesmo sendo uma estrela do time de hóquei e ser extremamente egocêntrico, ele tem um lado tão fofo e leal que nem parece ter apenas 21 anos.
Grace não tem nada daquelas mocinhas virgens e chatas que conhecemos aos montes. Ela é meio nerd, excêntrica mas é tão divertida que as esquisitices dela a tornam mais engraçada ainda. Ela é linda, e nem tem noção disso. É apegada aos pais, tem poucos amigos, mas é muito leal com os que possui.
O encontro dos dois não poderia ser mais inusitado: por acaso, rápido e sem nexo. E Logan e Grace não poderiam ser mais diferentes: ele é popular, ela quer se manter invisível; ele tem muitos amigos, ela é tão reclusa quanto a faculdade a permite; ele é mulherengo, ela romântica. Mas são perfeitos, e demoram um pouco pra perceber.
Dois acontecimentos marcantes: Logan percebe o que realmente sente por Hannah (namorada de Garret) e consequentemente por Grace e seus atos de romantismo. É TÃO FOFO!!! Vontade de pegar no colo e fazer cafuné.
Apesar da história se passar na faculdade, Logan e Grace são muito maduros. Logan carrega um fardobem pesado, que determina totalmente seu futuro. Porém, achei o desfecho muito fácil ou pouco explorado. Achei que a autora estava com pressa de finalizar o livro, assim como percebi no epílogo.
No mais, é uma leitura deliciosa. Todos os personagens tem uma dinâmina fantástica entre eles, e as
piadas e sacadas são incríveis. A tradução está ótima, utilizando as expressões no nosso idioma.
Esse é o segundo livro da série, e por enquanto meu favorito. <3

Beijo

Boa leitura!

Nota:













.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário