Resenha: Amor bandido

Oi gente, tudo bem? Tudo bem por aqui também!
Hoje venho apresentar um livro que roubou meu coração. Primeiro porque Lívia não é aquela mocinha chata e frágil, e segundo porque o bandido é "o" bandido.
E terceiro, mas não menos importante, descobri essa pérola de autora!

Título: Amor bandido (Irmãos Antunes - livro 1)
Autora: Silmara Izidoro
Sinopse:
Muitas pessoas afirmam que o tão famoso "Destino", somos nós quem determinamos. Eu discordo dessa teoria e posso provar com fatos, que as vezes, o que a gente mais despreza pode se tornar tão necessário quanto o ar que respiramos.
Eu achei que amava e era amada, eu achei que era feliz na profissão que tinha escolhido, eu achei que morar na favela definia caráter, eu achei que amar um traficante era opção.
Eu errei inúmeras vezes, das mais diversas formas e paguei um preço bem alto por isso, e esse, é apenas o começo da minha história...
LÍVIA ANTUNES


Sabe aquele livro que começa de todas as formas contrárias das quais fomos criados? Pois bem. Nesse livro a autora narra com delicadeza ímpar a vida no morro e de traficantes procurados pela polícia. E nos mostra o quanto somos preconceituosos sem ter a mínima noção do que pode realmente ser. Mas fala também do ser humano e da capacidade de mudanças que o amor tem.

Lívia é a uma patricinha mimada, linda e rica, que pertence à uma família muito tradicional e respeitada do Rio de Janeiro. Ela é casada há uns anos e sempre acreditou que aquele era seu mundo perfeito. Até que não era mais. Ela foi traída de muitas formas e num rompante de sentimentos, se viu frente a frente ao traficante mais procurado do Rio de Janeiro.

Thor, o chefe do tráfico é frio, calculista, não se envolve emocionalmente com ninguém e não pensa duas vezes antes de dar fim nos seus inimigos. Tem uma enorme preocupação com a comunidade em que vive e sempre que pode, impede que os mais jovens se envolvam com o crime. Mas por trás da pose de durão, conhecemos o ser humano que é e o que o motivou a ser quem é.

Vale ressaltar que os motivos de Thor não justificam seus atos, apenas os motivam. São coisas diferentes, e independente do cara ser lindo, gostoso, culto e estudado ou até ser capaz de ter sentimentos por alguém, nada tira sua culpa pelo seus atos.

O encontro de Lívia e Thor acontece meio que por acaso, mas acaba sendo um meio para um fim. Thor tem planos em decorrência desse encontro, e Lívia passa a ter sentimentos muito contraditórios do que costumava achar certo.

Tudo acontece ao redor de segredos cabeludos envolvendo a família de Lívia, e a cada página lida você percebe quem nem sempre o bandido é o vilão. Faz sentido isso?

Não preciso dizer que tem uma história de amor aí, porque fica claro na sinopse. Mas o que você não espera é quão boa a outra parte da história é desenvolvida. Os crimes, os segredos, as emboscadas, as fugas e os relacionamentos que são criados são perfeitos! Os laços criados no morro, com as pessoas mais improváveis, são dignos de citação. Lívia se despe de todo o preconceito para se envolver com as boas pessoas que conhece durante seu tempo no morro, e ela é o tipo que cuida dos seus e sempre procura fazer o melhor que pode. Ela ganhou o título de mocinha do ano!

Thor também tem seu lado humano, e isso você percebe quando ele fala de seus planos para a comunidade ou o por quê de se manter ali. Seu passado também diz muito sobre o que é hoje. Percebe também os sentimentos que tem quando fala de Lívia, ou de suas vontades por ela.
A escrita é ótima e e sacada da autora em escrever as falas como o personagem de fato diz, foi perfeita. Tem cenas violentas, muitas cenas muito hot, e até cenas românticas. Tem pouco humor, o sarcasmo é mais comum, mas tudo se completa nesse livro.

E o que mais me deixou satisfeita é que Lívia, mesmo com a avalanche de sentimentos e as coisas que aconteceram em sua vida após conhecer Thor nunca fugiu dos seus valores. Ela foi firme em sua decisão, nunca deixando de seguir o que tem como certo para si. E isso foi foda!

Nosso preconceito pode vir pela falta de conhecimento, mas ao terminar de ler a história de Lívia e Thor, percebi que tudo o que aconteceu com eles, apesar de ser uma obra de ficção, pode sim acontecer na vida real. É difícil? Não sei dizer, mas tenho que certeza que não é impossível.
O amor é a força que transforma o destino. Chico Xavier.

Nota:

Beijo

Boa leitura! 
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário