Resenha: A Bela Perdida e a Fera Devassa

Boa noite gente, tudo bem com vocês? Por aqui, tudo certo.

Hoje venho trazer para vocês um conto super bacana que encontrei no Kindle esses dias, "A Bela Perdida e a Fera Devassa". O conto era da categoria erótico, mas adianto para vocês que eu, como uma apreciadora de romances, vi mais detalhes românticos do que efetivamente cenas hot haha.

Acredito ainda que uma continuação desse conto seria um livro super interessante.

Quer conhecer?
Vem comigo então.

Título: A Bela Perdida e a Fera Devassa
Autora: Josy Stoque
Sinopse: 
Valentina é mãe, divorciada e precisa voltar ao trabalho para sustentar a casa. No escritório de advocacia, o promotor William se mostra um homem tentador, trocando sorrisos safados e olhares devoradores que a deixam perdida, sem saber como retribuir. Para complicar a situação, o chefe a envia para um congresso fora da cidade e no hotel descobre que ele está hospedado no quarto ao lado, para participar do mesmo evento. Val precisa das dicas de sua experiente amiga Sara Mello para reaprender a paquerar depois de quinze anos indisponível. As coisas estão um pouco diferentes agora, mas ela vai perceber que é muito mais divertido ser solteira depois dos trinta, ainda mais quando o cara é uma fera em sedução.

Imagine só, ter que trabalhar junto com uma pessoa que te observa, te deseja, te devora... Valentina convivia com essa situação, e o pior (ou melhor) é que ela definitivamente estava adorando toda aquela situação.



Valentina é uma advogada brilhante que busca se dedicar a sua carreira e a sua filha de doze anos. Recém divorciada ela acredita que perdeu o jeito para conquistas e também não é esse seu foco para o momento. 

Mas, para contrariar seus planos, ela precisa trabalhar junto com William, um sedutor, tentador e safado... Val se perde nele. Ela adora receber seus olhares e sente desejo pelo seu colega de trabalho. Não há maneiras de fugir do pensamento. Porém, antes de qualquer ação errada Val pensa na filha, nos transtornos que um relacionamento poderiam trazer a ela. Mas a questão é: que relacionamento? Ele definitivamente não é homem para relacionamentos.

Ele é um safado, Sara!  Um pegador sem-vergonha, e eu sou romântica, você sabe, não me imagino fazendo sexo só por uma noite.
Perdida, sem saber o que fazer, Val procura a amiga Sara, a qual lhe dá vários conselhos relacionados a conquista e em não perder as oportunidades da vida. Após essa noite animada de conselhos de sua amiga, Val se dirige ao apartamento do hotel que está hospedada para um congresso, e enfrenta certa dificuldade para entrar em seu quarto por estar levemente bêbada. 

Ao tentar encontrar suas chaves, Val se atrapalha e derruba todos seus pertences, e ao se abaixar para pega chaves, ela percebe alguém a observando... Ao se virar, percebe que William está ali, observando-a. Ele também participaria do congresso... Val se perde naquele momento. Ela tem certeza que irá sonhar com ele... Sonhos que não poderão ser compartilhados em qualquer horário.

Aquele era apenas o início do congresso. E William, se encarregará do final.

Gente, que conto fantástico! Como eu queria que ele continuasse por mais 200 páginas. Ele é todo narrado por Valentina, que narra os acontecimentos e seus sentimentos e desejos relacionados a cada momento, intercalando sua narração com os diálogos entra os personagens. Ao longo do conto podemos perceber que William não é apenas um safado, ele é também um conquistador, e talvez, por essa razão, eu tenha amado esse conto hahaha

Eu só fiquei triste com esse conto porque ele acabou rápido demais, e a escrita é tão gostosa de se ler que as páginas não foram suficientes.

Aguardo ansiosa pela continuação (que eu espero que tenha) e pela opinião de vocês.

Nota:





Boa leitura!
Até a próxima!
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário