Resenha: Vossa Alteza


Oi gente, tudo bem? Por aqui, lindo.
Sobre um dos últimos lançamentos na Amazon e de autora nacional, só tenho elogios. É uma escrita deliciosa, com um cafajeste apaixonante e uma mocinha pra lá de determinada.
E essa capa?!

Título: Vossa Alteza
Autora: Valentina K. Michael
Sinopse:
Falado pela mídia, o degenerado príncipe Phelipo Maxwell Miklos não se importava com o que diziam sobre ele e sua vida de playboy. Seus conterrâneos no país de Turan, na Oceania, o abominavam e cobravam do rei uma posição para frear o filho fanfarrão, que não queria compromissos com o povo e o trono.Entretanto, Phelipo fora surpreendido numa noite, com um chamado de urgência. Inesperadamente ele tinha em suas mãos um poder que nunca desejou e uma promessa que fora obrigado a agarrar. Mesmo que isso lhe custasse reabrir feridas no coração.Josephine também fora pega de surpresa na mesma noite e viu seu mundo ruir quando ouviu rumores que o príncipe estava de volta ao país e ela acabava de fazer parte dos planos dele. Josephine fora criada para ser a esposa perfeita, mas ela sonhava em se tornar esposa do nobre e valente soldado Bart, e jamais iria aceitar qualquer coisa que a ligasse ao mulherengo e desordeiro sucessor do trono.Todas as cartas seriam colocadas na mesa e eles tinham que escolher de que lado jogariam. E todos sabem que não é legal ser inimigo do príncipe Phelipo.
Apesar do livro ser muito longo, gostei do “tamanho” da trama que a autora criou. Eu pensava que seria só mais um romance clichê, que não haveria profundidade nem tantos detalhes assim e me enganei! E apesar de dispensar algumas partes do livro, achei bem escrito e a trama muito bem desenvolvida.

O que mais chama a atenção é a intriga gerada por conta da realeza, que não fantasia em nada e parece até muito fácil de acontecer na vida real. São coisas que podemos imaginar acontecendo. 
Traições de todas as maneiras, invasão, tiroteio e boicote são algumas das muitas coisas que acontecem ao longo do livro.

Um dos destaques, para mim, é a forma com a mocinha, Josephine, foi criada. No início não simpatizei muito com ela não. Ela estudou num colégio interno e foi criada apenas para ser uma boa esposa. Tive a impressão que sua criação foi para ser sempre submissa e disponível ao futuro marido. 
Mas meus conceitos mudam quando Josephine tem que lutar pelo que acredita e deixa de ser a sonza que eu tinha em mente.

Josephine e Phelipo se conhecem em circunstâncias nada amigáveis, pois caem no plano elaborado pelo rei, pai de Phelipo. E isso deixa ambos put*s, pois cada um tinha seus próprios planos para o futuro, e nem de longe um fazia parte dos sonhos do outro.

Phelipo fez o que pode para irritar Josephine, a tirando do sério constantemente e a magoando cada vez mais. Como eu disse, ela deixa de ser sonsa e passa a devolver tudo na mesma moeda, e quando Phelipo passa a precisar de uma aliada, vê em Josephine uma pessoa de confiança e que mesmo se abalando, não se deixa derrotar.

A narrativa é uma delícia. Os detalhes do reino, do palácio e das pessoas são na medida, sendo o suficiente para imaginarmos todo o cenário e personagens. A capa e a diagramação do e-book estão perfeitos. Pena que a tela do Kindle não é colorida, porque essa capa!

Phelipo e Josephine não te agradam no começo, e a primeira impressão é difícil de ignorar. Mas ambos te conquistam pelas atitudes em meio aos caos. Os personagens secundários são apaixonantes, complexos e muito interessantes. E apesar de ser livro único, seria bacana ter um spinoff do irmão de Phelipo, Dom.

É uma história de amor linda, de perdão e recomeços. Tem romance, sexo quente, drama, intrigas e bom humor. Os personagens são apaixonantes, complexos e interessantes.

Nota:





Beijo

Boa leitura! 


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário