Resenha: A Esposa do Rei

Boa tarde! Como estão? Sentiram minha falta? Haha

Eu reconheço que estou em débito com vocês, ando postando as fotos com minhas leituras do mês, mas as resenhas estão um pouco atrasadas né? E do que adianta ler e não compartilhar as aventuras e reinos encantados que venho conhecendo? Então, vamos lá.

Para começar minha atualização de resenhas, decidi seguir o pedido de uma de nossas leitoras que me questionou se eu indicaria a leitura de “A Esposa do Rei”, escrito pela Mirian Okuno, e aproveito  a postagem para prometer que esse mês de dezembro serei mais fiel a vocês e publicarei resenhas com um pouco mais de frequência.

Bora conhecer então?

Título: A Esposa do Rei
Autora: M. Okuno
Sinopse: 
Ela não queria nem um príncipe, muito menos um Rei. Mas por ironia do destino, ou pela Lei de Murphy, um soberano, para lá de irresistível, cruzará o seu caminho.
Já imaginou ser levado por um buraco de minhoca para outro planeta? Pois é. Everlin também não. No entanto, após um grave acidente de avião, o que era para ser o fim de sua história, se transformou no início de uma grande aventura. Em outro planeta, Everlin se tornará “A Esposa do Rei” e descobrirá que a Terra e este estranho mundo estão mais conectados do que imaginava. E que a disputa pela ponte “Einsten-Rosen” poderá significar o fim dos dois mundos. Durante essa jornada inesquecível, descobrirá um mundo maravilhoso, pelo qual dará tudo de si para proteger e entenderá que, mesmo constantemente se afastando do amor, o amor jamais se afastará dela.
Apaixone-se por essa história de amor que transcende o tempo e o espaço.


Preciso falar que trago um romance? Preciso ressaltar que eu amo romances? Creio que não.
Everlin levará você a um reino distante e cheio de mistérios, emoções e paixão, muuuita paixão.


Everlin é uma jovem estudante de veterinária, decidida, engraçada e que tem uma grande aversão a se apaixonar. Todo seu problema com relacionamentos ocorreu quando ela tinha quatorze anos e conheceu o amor da sua vida... Infelizmente, ele desapareceu sem explicações, levando consigo apenas seu aparelho MP3 e deixando com ela apenas uma pulseira e um vazio no peito.

“...Naquela hora aprendi a maior das lições, o amor pode lhe levar do inferno ao céu em questão de segundos.” 

A bordo de um avião, Lin espera fazer uma viagem tranquila, mas o que ela não esperava é que após uma turbulência que ocasionaria a queda do avião em meio ao oceano, ela "morreria", ou melhor, iria romper as barreiras do Universo e conhecer um novo planeta que ela jamais imaginaria que existiria.

“Talvez a loucura visite aquele que está preste a morrer, mas, acredite ou não, meus olhos viam nitidamente dois céus, e eu já não sabia em direção a qual deles deveria nadar se quisesse me salvar.”

Ao despertar em outro planeta, Lin tenta se recuperar do susto e reestabelecer sua vida, buscando alguma maneira de voltar para casa (isso se o que ela chamava de casa ainda existisse). No novo planeta, ela acaba se aproximando de Joen, e se tornando amigas.

Alguns dias depois da sua chegada àquele Planeta, Everlin começa a entender como as coisas funcionam, e descobre de um jeito não muito amistoso que o país (ou Planeta, não sei muito bem qual nome devemos usar) é governado por um rei. Lin foi surpreendida por uma cavalaria que vinha em nome do Rei, eles informavam ao avô de Joen que a dívida que ele possuia com os Soberanos seriam consideradas pagas através de Joen... ela se tornaria a esposa do Rei.

Ao ver sua amiga Joen prestes a ter que terminar seu relacionamento com Jerrá e se tornar esposa de um homem que ela não nutria sentimentos, Lin teve a rápida e idiota ideia de se oferecer no lugar dela para se tornar esposa do Rei, afinal, Lin não tinha expectativas de relacionamentos e no momento ela pretendia apenas ajudar a amiga . A oferta de troca é aceita e ela caminha para o palácio onde descobre que é apenas mais uma da coleção de esposas.

Sentindo repulsa do Rei antes mesmo de conhecê-lo, Lin o trata com desprezo e dedica seu tempo em tentar conseguir um meio de retornar para casa. Porém o que ela não imaginava era que o Rei Sete poderia ser encantador e que ela precisaria ser uma pessoa decidida para não cair em seus encantos.

“Ele era perigoso. O tipo mais perigoso de homem. Acostumado a seduzir. A encantar. A enfeitiçar.”

Embora aquele não fosse seu Planeta, Everlin se viu na necessidade de ajudar aquelas pessoas quando foi necessário, e isso só fez com que ela se aproximasse ainda mais do Rei e despertasse nele os mais sinceros sentimentos que por tempos ele também havia feito questão de guardar. A Esposa do Rei é um livro composto de um amor imensurável, que nem as leis da física foram capazes de romper.

Aaaaaaaaaah amigos, eu suspiro ao ler cada frase de um romance, ainda mais quando ele é narrado em primeira pessoa e podemos sentir a emoção do narrador-personagem com cada fato, cada momento que ele vive... A história de Everlin é a de um amor verdadeiro, capaz de atravessar anos, continentes e até mesmo planetas. Os amantes de romance vão entender o que eu estou dizendo, pois nós somos capazes de sempre acreditar em um final feliz.

O livro é super fácil de ler, letras de um tamanho ideal, início de capítulos com detalhes simples (o que eu acho super fofo), os detalhes da capa me agradaram, principalmente pelo fato da pulseira no braço de Lin ser destacado. Esse foi mais um dos livros que me apaixonei e que li em poucos dias.

E se querem um spoiler, vou contar um apenas para vocês, mas tentem não contar para ninguém: a história não acaba na página 313... haverá continuação. E vamos combinar que livros com continuação tem um espacinho especial no meu coração rs

Aguardo vocês para me falar o que acharam da resenha e do livro.

Nota:




Boa Leitura!
Até a próxima.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário